Qual a Importância de Valorizar o Comércio Sarandiense?

Postado por Unisam quinta-feira, 1 de abril de 2010

Sarandi se apresenta com um total expressivo de sede de empresas instaladas (2260)[1], além de uma alta ocupação demográfica e grau de urbanização considerável, porém apresenta um PIB per capita reduzido em relação às demais cidades analisadas, apenas sobressaindo, timidamente, de Paiçandu.

Entretanto, Sarandi emprega aproximadamente[2], 7.000 pessoas em seu mercado interno. Sendo que a maioria destas empresas tem Dois funcionários e recebem em média Dois salários mínimos perfazendo um “Salário Bruto” na ordem, no mínimo nacional de hoje, de R$ 3,8 Milhões/mês que corroborado com a Prefeitura, com seus 1869 funcionários[3], redistribui ao seu município mais um montante de R$ 2,08 milhões/mês, perfazendo um total de uma “massa salarial” líquida por mês na ordem de quase R$ 6,0 Milhões, além do mais distribui 1.047 cestas básicas que compram, em tese, também no comercio local.

Para tanto, fica uma indagação: Sabendo que mais de 85% do consumo de mercadorias realizadas no comércio local são compradas pelos próprios moradores de Sarandi, por que não priorizar o “Comércio Local”, bem como a “Mídia Local” (Rádio, TV, Jornais, Blogs, etc) para veicular as campanhas publicitárias do comércio local, e não destinar 90% das mesmas à mídia de Maringá que não se interessam “socialmente”, mas apenas “comercialmente” por Sarandi, além de serem mais caras, também? Saiba Mais

Fonte: Portal do Controle Social

0 comentários

Postar um comentário

Por favor não faça insultos e não use palavras de baixo calão! ou o seu comentário será recusado.