Sarandi - Reciclagem... O Lixo que gera Lucro...

Postado por Unisam quinta-feira, 25 de março de 2010

O lixo é uma fonte de riquezas[1]. As indústrias de reciclagem produzem papéis, folhas de alumínio, lâminas de borracha, fibras e energia elétrica, gerada com a combustão.

Pesquisas indicam que cada ser humano produz, em média, um pouco mais de 1 quilo de lixo por dia. Atualmente, a produção anual de lixo em todo o planeta é de aproximadamente 400 milhões de toneladas.

No Brasil, a cada ano são desperdiçados R$ 4,6 bilhões porque não se recicla tudo o que poderia. E aqui em Sarandi, quanto deste “lixo reciclável” não poderia estar se tornando fonte de renda sustentável à nossa população excluída?

Ao que sabemos a Cooperativa de Reciclagem de Sarandi anda operando em condições limitadíssimas quando à sua capacidade de produção em virtude das “máquinas” concedidas pelas Parcerias “Petrobrás” e “Banco do Brasil” não estarem em funcionamentos em virtude da ausência de contrapartida ou “vontade política” da Prefeitura Municipal.

Assim, as mais de 250 toneladas/mês produzida pela população de Sarandi, apenas 10 a 15 toneladas (6,0%) são efetivamente recicladas e convertidas em “lucro” que o “lixo” produz localmente, enquanto, Marialva ao lado consegue 74%. É absurdo isso.  Saiba Mais

Fonte: PCS

0 comentários

Postar um comentário

Por favor não faça insultos e não use palavras de baixo calão! ou o seu comentário será recusado.